Foram sete temporadas buscando o acesso para a primeira divisão do Campeonato Paraense. Anos de campanhas que decepcionaram o torcedor cruzmaltido. Neste ano de 2020, a Tuna Luso finalmente retorna à elite do Parazão, tendo perdido apenas um jogo - 2 a 0 para o Fonte Nova no jogo de ida das quartas de final, vencendo a volta por 3 a 0. Nesta semifinal contra o novato Sport Real, foram duas vitórias. A primeira por 2 a 0, no Souza, e a segunda por 1 a 0, no Mangueirão.

Apesar da eliminação, a campanha do Sport Real foi surpreendente. Estreante competição, a equipe se classificou na 2ª posição do Grupo A3, deixando para trás os tradicionais Vila Rica e Vênus, além do Paraense. Nas quartas de final, venceu duas vezes por 2 a 0 o Atlético-PA. A Andorinha disputou oito partidas, sendo quatro vitórias, um empate e três derrotas, com 11 gols marcados e 7 sofridos.

O gol que sacramentou o acesso da Tuna Luso surgiu de alguém que poucos apostariam. Bambelo não é titular e vinha entrando no decorrer de algumas partidas. Porém, Robson Melo conhece o jovem jogador desde os tempos de Bragantino-PA. Com a confiança no atleta, colocou ele no segundo tempo. Nos acréscimos, ele aproveitou lançamento e marcou o gol da vitória da Lusa.

PRIMEIRO TEMPO

A partida bastante pegada, do jeito que seria durante os 90 minutos. Antes dos lances de perigo, muitas faltas duras. O árbitro Andrey da Silva e Silva teve que advertir alguns atletas com cartões amarelos para tentar controlar os ânimos. Com a bola rolando, ambas equipes criaram situações de gol, mas sem sucesso. As chances mais claras vieram já nos minutos finais. Primeiro com Daelson, que chutou de fora da área e Victor Hugo defendeu. Depois foi a vez de Flávio responder para o Sport Real, mas Jader conseguiu fazer o bloqueio. O primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa também seguiu com oportunidades para as duas equipes. Precisando diminuir a vantagem, o Sport Real avançou as linhas, abrindo espaço para os contra-ataques da Tuna. Porém, a Lusa não conseguia aproveitar as chances criadas. Em uma delas, Paulo Rangel perdeu sozinho, próximo do gol, lance digno de 'Inacreditável Futebol Clube'. O atacante teria mais uma oportunidade, mas o toque de letra não saiu com sucesso. Já nos minutos finais, em contra-ataque rápido, Bambelo recebeu lançamento e sacramentou a vitória da Águia Guerreira por 1 a 0, garantindo o acesso e uma vaga na decisão da segunda divisão do Campeonato Paraense.

A Tuna Luso vai enfrentar na final da Segundinha do Parazão o Gavião Kiykatejê. A equipe de Bom Jesus do Tocantins empatou em 2 a 2 com o São Francisco e, como venceu na ida por 1 a 0, ficou com o acesso e a vaga na decisão.


Ge.globo.com

Deixe seu Comentário