Clássico Rei da Amazônia de número 757. Remo e Paysandu disputam neste sábado, a partir das 17h, no Mangueirão, o segundo Re-Pa da Série C 2020. Sem público, a partida não tem mais em jogo a briga por um lugar no G4 do Grupo A, já que ambos chegam classificados para a segunda fase. Porém, a disputa é pelo embalo antes de iniciar a etapa mais decisiva do Brasileiro, que vale o acesso.

Agora mandante do confronto, o Remo inicia a partida na vice-liderança, com 30 pontos. Após dois resultados negativos, o Leão voltou a vencer na rodada passada, e bem: fez 2 a 0 no Manaus em plena Arena da Amazônia, onde o Gavião não era derrotado desde 2018. O desafio de Paulo Bonamigo segue sendo melhorar o desempenho ofensivo, setor que ainda terá desfalques importantes.

O Paysandu vem logo atrás na tabela. É o 3º colocado, com 28 pontos. Se em determinado momento a equipe chegou a temer a zona de rebaixamento, a meta agora é terminar a primeira fase em grande estilo: com a quinta vitória consecutiva e ultrapassando o grande rival na classificação. João Brigatti também sofre com questões físicas, mas garantiu que irá usar aquilo que tem de melhor à disposição, mesmo com oito jogadores pendurados.

Depois de descartar poupar alguns dos pendurados, a tendência é que o Remo vá a campo com a mesma formação que venceu o Manaus na rodada passada. A única dúvida é o volante Charles, que deixou a partida passada ainda no primeiro tempo com uma contusão. Caso não esteja na melhor condição física, Julio Rusch é o provável substituto. Eduardo Ramos e Wallace têm problemas musculares e não devem ir a campo para que estejam recuperados até o quadrangular.

REMO | Técnico: Paulo Bonamigo

Quem está fora? Eduardo Ramos (coxa), Wallace (púbis) e Fredson (terceiro amarelo).

Pendurados: Marlon, Lucas Siqueira, Mimica, Wallace e Gelson.

Provável Remo: Vinícius; Ricardo Luz, Mimica, Jansen e Marlon; Charles (Rusch), Lucas Siqueira, Hélio, Gedoz e Tcharlles; Salatiel.

Provável escalação do Remo — Foto: ge

PAYSANDU | Técnico: João Brigatti

Já que Brigatti também pretende mandar a campo o que tem de melhor disponível, há pouco mistério para a possível formação bicolor. Caso não surja nenhuma surpresa de última hora nos testes de Covid-19, Brigatti terá mais repertório ofensivo do que na rodada passada, frente ao Botafogo-PB. Juninho deve ser uma dessas novidades depois de cumprir isolamento social, mesmo porque precisa recuperar ritmo de jogo. Por questões físicas, PH provavelmente será poupado e Uilliam Barros é dúvida.

Quem está fora? Luiz Felipe (Covid-19) e PH (tornozelo).

Pendurados: Alex Maranhão, Juninho, Nicolas, PH, Serginho, Tony, Uilliam Barros e Wesley Matos.

Provável Paysandu: Paulo Ricardo; Tony, Micael, Perema e Collaço; Uchôa, Serginho (Wellington Reis) e Juninho (Mateus Anderson); Feijão (Uilliam Barros), Nicolas e Marlon.

Provável escalação do Paysandu — Foto: ge

  • Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
  • Assistente 1: João Fabio Machado Brischiliari (PR)
  • Assistente 2: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR)
  • Quarto Árbitro: Gustavo Ramos Melo (PA)



Ge.globo.com

Deixe seu Comentário